• Estação Romana da Quinta da Abicada

    Estação Romana da Quinta da Abicada

  • Monumentos Megalíticos de Alcalar - edifício tumular "Alcalar 7"

    Monumentos Megalíticos de Alcalar - edifício tumular "Alcalar 7"

  • Monumentos Megalíticos de Alcalar – interior do edifício tumular "Alcalar 7"

    Monumentos Megalíticos de Alcalar – interior do edifício tumular "Alcalar 7"

  • Monumentos Megalíticos de Alcalar – "Um dia na pré-história"

    Monumentos Megalíticos de Alcalar – "Um dia na pré-história"

  • Castelo de Aljezur – Torre semi-cilindrica

    Castelo de Aljezur – Torre semi-cilindrica

  • Castelo de Aljezur – Muralha e acesso

    Castelo de Aljezur – Muralha e acesso

  • Ermida de N.S. de Guadalupe e Casa rural

    Ermida de N.S. de Guadalupe e Casa rural

  • Panorâmica da exposição no interior da Casa rural

    Panorâmica da exposição no interior da Casa rural

  • Castelo de Loulé – "Música nos Monumentos"

    Castelo de Loulé – "Música nos Monumentos"

  • Torreões do Castelo de Loulé

    Torreões do Castelo de Loulé

  • Ruínas Romanas de Milreu – Casa rural

    Ruínas Romanas de Milreu – Casa rural

  • Ruínas Romanas de Milreu – Pormenor de mosaico

    Ruínas Romanas de Milreu – Pormenor de mosaico

  • Castelo de Paderne

    Castelo de Paderne

  • Castelo de Paderne – Ruína da Ermida de N.S. da Assunção

    Castelo de Paderne – Ruína da Ermida de N.S. da Assunção

  • Ruína da Ermida de N.S. da Assunção - "Música nos Monumentos"

    Ruína da Ermida de N.S. da Assunção - "Música nos Monumentos"

  • Fortaleza e Promontório de Sagres

    Fortaleza e Promontório de Sagres

  • Capela de N.S. da Graça – "Música nos Monumentos"

    Capela de N.S. da Graça – "Música nos Monumentos"

Monumentos do Algarve Bons Momentos Promontório de Sagres Prémio Regional Maria Veleda Património Cultural Imaterial Portal Cultura Portugal

DiVaM 2019DiVaM cultiva o “processo patrimonial” com o mote A VIAGEM

A Direção Regional de Cultura do Algarve vem informar que se encontram abertas as candidaturas para a programação DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos – para o ano de 2019, de acordo com o seguinte tema: “A VIAGEM”, até ao dia 22 de fevereiro.

Em 2019, assinala-se os 500 anos da primeira viagem de circum-navegação planetária, de Fernão de Magalhães, navegador que planeou e comandou a expedição marítima que permitiu demonstrar definitivamente a esfericidade da terra.

Com o tema da grande VIAGEM, que este ano dá mote ao programa DiVaM, pretende-se promover a demanda de novos caminhos, tangíveis ou imaginários, numa busca constante de evasão, de reinterpretação, que nos permitam descobrir novos lugares, novas utopias, encontros ou reencontros, com o outro ou connosco próprios.

O programa DiVaM pretende contribuir para destacar a importância das comunidades locais na valorização do património cultural, indo ao encontro dos princípios da “Convenção de Faro”, pois tenta promover o património cultural como factor de aproximação, de diálogo, de coesão social e de uma cidadania cada vez mais inclusiva.

A “Convenção de Faro”, assinada em 2005, na então Capital Nacional da Cultura, apresenta-nos uma visão mais “holística” de património, combinando património material e imaterial, mas também os valores, significados, usos e utilizações desse mesmo património pela sociedade. O Património passa a ser visto enquanto processo; um processo contínuo, de criação, de construção, de utilização e modificação do património; um processo que envolve as comunidades, em que os seus valores, aspirações e necessidades devem ser considerados, para celebrar a diversidade e a pluralidade de diferentes visões e perspetivas. Este “processo patrimonial” centra a sua abordagem nas pessoas que constroem, utilizam e celebram um património comum.

Tendo “A Viagem” como tema central do DiVaM 2019 e apelando à inclusão das comunidades no processo de construção de novos projetos culturais, convidam-se todas as associações culturais da região algarvia, à apresentação de candidaturas para a programação do DiVaM 2019.

Mais se informa que a verba a disponibilizar, para o apoio ao programa DiVaM 2019, apresenta um tecto máximo de 55 mil euros e que serão integrados cerca de 40 atividades culturais, que serão organizadas (a título indicativo) da seguinte forma:

Castelo de Aljezur: 2 atividades

Fortaleza de Sagres: 11 atividades

Ermida de Nª Sra de Guadalupe: 11 atividades

Monumentos Megalíticos de Alcalar: 2 atividades

Castelo de Paderne: 2 atividades

Castelo de Loulé: 1 atividade

Ruínas Romanas de Milreu: 11 atividades

Para mais informações consulte os documentos em anexo:

- Normas regulamentares

- Formulário de candidatura

 

Declaração anual apoio 2019DECLARAÇÃO ANUAL 2019

Já disponível

Foi hoje publicada a Declaração Anual relativa aos programas de Apoio às Artes a abrir em 2019, estabelecendo os respetivos prazos limite de abertura, as áreas artísticas e os domínios de atividade de cada programa, bem como os montantes a serem atribuídos: https://www.dgartes.gov.pt/pt/node/1928

O Ministério da Cultura decidiu aceitar as propostas que foram consensualizadas pelo Grupo de Trabalho para a revisão do Modelo de Apoio às Artes.

De entre as propostas de alteração a adotar, destacamos:

- Alargar o prazo de candidaturas sem prejudicar o calendário dos concursos e a respetiva atribuição dos apoios;

- Eliminar a exigência de obtenção de pontuação mínima de 60% em cada um dos critérios de apreciação no Apoio Sustentado;

- No Apoio Sustentado e no Apoio em Parceria, abrir os concursos por grande domínio de atividade, nomeadamente nos domínios da criação e da programação;

- As entidades que se candidatem às modalidades do Apoio Sustentado devem apresentar o plano de atividades e orçamento mais detalhado apenas para o primeiro ano de atividade;

- Assegurar às entidades apoiadas o direito ao contraditório relativamente ao relatório das comissões de avaliação e acompanhamento;

A adoção das propostas será feita através da alteração de portarias, que serão brevemente colocadas em consulta pública, o que permitirá acelerar o calendários dos concursos, não comprometendo os prazos adequados para a divulgação dos resultados e a consequente atribuição de apoios.

Em 2019, o valor global a atribuir para o Apoio às Artes é de 25 milhões de euros.

Aqui

Fortaleza Acessibilidades e área de acesso à Fortaleza de Sagres vão ser melhoradas

O “Projeto de Intervenção de Acessibilidades e Informação no Promontório de Sagres”, submetido pela Direção Regional de Cultura do Algarve à Linha de Apoio Turismo Acessível do Valorizar - Programa de Apoio à Valorização e Qualificação do Destino, do Turismo de Portugal, foi aprovado com um valor de investimento elegível no montante de 138.060,00€, financiado a 90% pelo Turismo de Portugal.

As ações a desenvolver vão melhorar consideravelmente a visita e potencialidades da Fortaleza de Sagres para todos os visitantes, nomeadamente aqueles com mobilidade reduzida e deficiência visual, no caso das acessibilidades e da disponibilização de áudio guias, bem como para os visitantes em geral com a colocação de sinalética em vários idiomas, complementar à existente. A colocação de pictogramas nos diferentes locais de visita permitirá também a sua identificação, numa linguagem universal.

Está prevista uma intervenção em três zonas distintas - no acesso imediato ao Túnel da Fortaleza de Sagres, no interior do Túnel e Torreão Central, e na Praça de Armas, que tem como objetivo, além da requalificação do acesso ao monumento, a criação de circuitos que possibilitem levar o visitante com dificuldades de locomoção ao maior número de locais possível.

A sinalética a implementar em vários idiomas é pertinente para identificação dos percursos e das várias valências para os visitantes em geral. Serão igualmente instalados pictogramas de interpretação universal.

O projeto prevê ainda a disponibilização de áudio guias com conteúdos para os principais pontos de interesse do monumento de forma a que o visitante com deficiência visual tenha uma perceção global do mesmo.

As intervenções propostas têm em consideração o conceito do Desenho Universal (Universal Design), com a conceção de produtos e ambientes para utilização por todos, na maior abrangência possível.

Prevê-se que o projeto esteja concluído nos primeiros meses de 2019.

O Património cultural na Europa – Mapa interactivo

 

Saiba mais sobre o Ano Europeu do Património Cultural (2018) em http://anoeuropeu.patrimoniocultural.gov.pt/

Route

UMAYYAD Route

MELHORIA DA COESÃO TERRITORIAL MEDITERRÂNICA ATRAVÉS DA CONFIGURAÇÃO DE UM ITINERÁRIO TURÍSTICO-CULTURAL.