• Estação Romana da Quinta da Abicada

    Estação Romana da Quinta da Abicada

  • Monumentos Megalíticos de Alcalar - edifício tumular "Alcalar 7"

    Monumentos Megalíticos de Alcalar - edifício tumular "Alcalar 7"

  • Monumentos Megalíticos de Alcalar – interior do edifício tumular "Alcalar 7"

    Monumentos Megalíticos de Alcalar – interior do edifício tumular "Alcalar 7"

  • Monumentos Megalíticos de Alcalar – "Um dia na pré-história"

    Monumentos Megalíticos de Alcalar – "Um dia na pré-história"

  • Castelo de Aljezur – Torre semi-cilindrica

    Castelo de Aljezur – Torre semi-cilindrica

  • Castelo de Aljezur – Muralha e acesso

    Castelo de Aljezur – Muralha e acesso

  • Ermida de N.S. de Guadalupe e Casa rural

    Ermida de N.S. de Guadalupe e Casa rural

  • Panorâmica da exposição no interior da Casa rural

    Panorâmica da exposição no interior da Casa rural

  • Castelo de Loulé – "Música nos Monumentos"

    Castelo de Loulé – "Música nos Monumentos"

  • Torreões do Castelo de Loulé

    Torreões do Castelo de Loulé

  • Ruínas Romanas de Milreu – Casa rural

    Ruínas Romanas de Milreu – Casa rural

  • Ruínas Romanas de Milreu – Pormenor de mosaico

    Ruínas Romanas de Milreu – Pormenor de mosaico

  • Castelo de Paderne

    Castelo de Paderne

  • Castelo de Paderne – Ruína da Ermida de N.S. da Assunção

    Castelo de Paderne – Ruína da Ermida de N.S. da Assunção

  • Ruína da Ermida de N.S. da Assunção - "Música nos Monumentos"

    Ruína da Ermida de N.S. da Assunção - "Música nos Monumentos"

  • Fortaleza e Promontório de Sagres

    Fortaleza e Promontório de Sagres

  • Capela de N.S. da Graça – "Música nos Monumentos"

    Capela de N.S. da Graça – "Música nos Monumentos"

Monumentos do Algarve Bons Momentos Promontório de Sagres Prémio Regional Maria Veleda Património Cultural Imaterial Portal Cultura Portugal

Em Destaque

“Pastores da Ibéria“Pastores da Ibéria"

Integrada no ciclo Amatores in Situ, a palestra intitulada “Pastores da Ibéria”, será proferida por Fernanda M. Dias (Mestre em Comunicação, Cultura e Artes pela Universidade do Algarve) nas Ruínas Romanas de Milreu no dia 24 de maio, às 18 horas.

Marcel Schwob relatou a Maurice Spronck, num conto publicado em 1920, “Le roi au masque d'or, ,como chegavam a Roma pastores adolescentes vindos da Ibériade Sertório. Mostra-nos, através dos seus olhos, gentes diversas a caminho das tabernas, dos banhos públicos e dos mercados – e faz-nos sentir, por essas suas reminiscências, a pungente saudade das magras pastagens, dos rebanhos, dos silvados; da figura materna à porta da choupana, da menina pastora brincando às princesas ou da fogueira de estevas ao entardecer.”

O ciclo Amatores in Situ é uma organização da CÍVIS – Associação para o Aprofundamento da Cidadania, Universidade do Algarve e Associação Portuguesa de Estudos Clássicos.

DiVaM - Dinamização e Valorização dos Monumentos

Contactos:

Direção Regional de Cultura do Algarve

geral@cultalg.gov.pt

Telef. 289 896070

_________________________________________

Ruínas Romanas de Milreu

milreu@cultalg.gov.pt

Nádia Schilling“Above the Trees” - Nádia Schilling

Os “Concertos ao Entardecer” estão de volta ao Promontório de Sagres, com o concerto de Nádia Schilling. No dia 26 de maio, pelas 18 horas, no Auditório da Fortaleza de Sagres, a artista irá apresentar-nos o seu álbum “Above the Trees”. Um disco de uma melancolia e beleza invulgares, que desafia fronteiras estilísticas e que tem conquistado a atenção da crítica e do público. Assente em elementos folk, mas também de indie rock e do jazz, “Above the Trees” conta com influências de artistas como Elliott Smith, Fiona Apple, Aimee Mann, Nick Drake, Cat Power, Portishead e P.J. Harvey.

Concertos ao Entardecer é um projeto da Arquente Associação Cultural.

Todas as iniciativas culturais DiVaM são de entrada livre.

Contactos:

Direção Regional de Cultura do Algarve

E-mail: geral@cultalg.gov.pt / milreu@cultalg.gov.pt

Telef. 289 896 070 / 913731309 / 961560782

___________________________

Fortaleza de Sagres

fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt

Telef. 282 620140

Meus Monstro Matinhos

Meus Monstros Marinhos

22 & 23 de maio

“Meus Monstros Marinhos”, é um projeto de dança performativa, direcionado para o público escolar e famílias que tem como tema central as viagens marítimas dos portugueses, envolvendo a história, a geografia, o meio marinho e o interface terra/mar. O espetáculo será apresentado na Fortaleza de Sagres nos próximos dias 22 e 23 de maio, pelas 11 horas e conta com a participação do Agrupamento de Escolas de Vila do Bispo.

Inspirada na obra da investigadora Cristina de Brito, New Science from Old News “Meus Monstros Marinhos” é uma peça de dança contemporânea, onde as profundezas dos oceanos se confundem com a imensidão da imaginação humana. A partir deste livro, numa adaptação para crianças, o objeto principal é a produção e receção de conhecimento sobre “monstros marinhos” no Atlântico moderno. Nesta Viagem, em busca de novos caminhos, povos com recurso às tecnologias da época procuram confirmar e provar ao mundo as certezas do seu conhecimento fortalecendo as suas crenças. Contudo há surpresas que desafiam a imaginação humana.

“Meus Monstros Marinhos” tem a coreografia de Thora Jorge e interpretação de Tiffanie Milenka, Teresa Manjua, Cristina Cláudio, Lara Guerreiro e Thora Jorge e é um projeto da Associação Cultural Dancenema integrado no DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos, programa cultural organizado pela Direção Regional de Cultura do Algarve.

 

Contactos:

Direção Regional de Cultura do Algarve

geral@cultalg.gov.pt

Telef. 289 896070

_____________________

Fortaleza de Sagres

Fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt

Telef. 282 620140

Sena Cultural "Lugares de Globalização"

Semana Cultural - “Lugares de Globalização”

15 a 19 de maio

A Semana Cultural “Lugares de Globalização” regressa ao barlavento algarvio, para uma segunda edição que tem como Lugar de destaque “Cabo Verde”.

A Semana Cultural “Lugares de Globalização” é um projeto da Vicentina - Associação para o desenvolvimento do Sudoeste e tem como parceiros a Direção Regional de Cultura do Algarve e os Municípios de Aljezur, Lagos, Monchique, Silves e Vila do Bispo, a Região de Turismo do Algarve e a Associação LAC e integra uma programação cultural focada na música e na palavra, com momentos associados à gastronomia a decorrer nos 5 municípios envolvidos.

Após o arranque do programa com o Seminário que aconteceu no passado dia 12 de abril, no Centro Cultural de Via do Bispo, e da apresentação do Videomapping «Mar Global» nas Muralhas de Lagos, espetáculo integrado na Feira dos Descobrimentos em Lagos, a Semana Cultural continua de 15 a 19 de maio com a seguinte programação:

A Praça do Infante, em Lagos irá receber no dia 15 de maio (pelas 18h30) “Batuco Sta na Moda”, um concerto homenagem ao artista Orlando Pantera que transpôs para a voz e para a guitarra os ritmos do Batuko, Tabanka e Funaná. A estes ritmos juntam-se Darlene e Arlindo Barreto, filha e irmão de Orlando Pantera, os músicos Edgar Valente e Luiz Gabriel Lopes, o produtor Sickonce, as batucadeiras Finka Pé e o convidado especial Dino D’Santiago, num espetáculo original que une a música tradicional cabo-verdiana a linguagens mais perto da eletrónica.

A palestra «As Árvores são Património» * irá ter lugar na Vila de Monchique no dia 16 de maio, pelas 15 horas. Será abordada a ligação entre a construção naval e as florestas no reconhecimento do Atlântico sul, e ainda as Árvores “monumentais” de Monchique. A palestra é seguida de saída de campo integrada na Rota Árvores Monumentais. Mais tarde, pelas 17h30 será inaugurada a obra artística «Árvore Monumental”, uma criação de RoMP, da jovem Rita Pereira que apresenta uma escultura inspirada numa das árvores monumentais, na praça central de Monchique.

O concerto de morna com Nancy Vieira acontecer nas Caldas de Monchique, pelas 21h30 irá proporcionar um espetáculo homenagem à Floresta de Monchique.

No dia 17 de maio, pelas 19h30, a Fortaleza de Sagres (Vila do Bispo) irá acolher o projeto «Do Algarve aos Açores, a viagem dos Sabores» * um showcooking documentado e com degustação, com o chef André Magalhães. Um programa original que une o património cultural ao gastronómico das regiões Açores e Algarve e que convida a descobrir o que terão em comum estas duas regiões e como enriquecem a história da gastronomia do atlântico.

Mais tarde e a partir das 21h30, haverá quatro apresentações do espetáculo de Videomapping”Mar Global” feito propositadamente para os 80 metros de muralha da Fortaleza de Sagres. Uma criação multimédia focada na história, no seu contexto geográfico e na colossal monumentalidade do Promontório de Sagres.

(4 sessões: 21h30, 22h00, 22h30 e 23h)

O concerto de Dino D’Santiago irá acontecer no dia 18 de maio no Teatro Mascarenhas Gregório, em Silves. Será um espetáculo único do músico que se consagrou, como o grande vencedor da primeira edição dos PLAY – Prémios da Música Portuguesa. Numa noite, que vai para além da interpretação dos seus êxitos existirá a oportunidade de conhecer melhor o artista algarvio.

No dia 19 de maio, no Castelo de Aljezur, a performance cine-musical «Quem Manda Aqui sou Eu!», uma criação e produção do projeto A Música Portuguesa a Gostar dela Própria, terá lugar a partir das 19 horas. Feita a partir da tradição oral que mistura os bailes mandados Algarvios, a Chamarrita dos Açores e o ritmo dos cantares ao desafio da Madeira, este espetáculo conta ainda com a presença da banda algarvia Orblua.

Por fim, um espetáculo multimédia criado para o Castelo de Aljezur, que entre as 21h30 e as 23h00, exibe um filme com vários momentos históricos de Aljezur, que vão desde o período islâmico até à época em que o rio era navegável, encerra o programa da Semana Cultural.

* Requer inscrição prévia a partir do site:

http://semanacultural-lugaresdeglobalizacao.pt/

 

Contactos:

Direção Regional de Cultura do Algarve

geral@cultalg.gov.pt

Telef. 289 896070

_________________________________________

Fortaleza de Sagres

fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt

Telf. 282 620 140

Lugares de globalizaçãoLugares de Globalização

Uma demonstração gastronómica que une os Açores e o Algarve, com partilha de conhecimento e degustação dos pratos confecionados.
O que terão em comum estes dois lugares e como enriquecem a história da gastronomia do atlântico? Venha descobrir!

André Magalhães, taberneiro-mor da taberna da Rua das Flores em Lisboa, conta com uma vasta experiência como Chef, consultor e jornalista na área da gastronomia

noticia apoio sustentado2019CANDIDATURAS PARA OS PROGRAMAS DE APOIO SUSTENTADO 2020-2021

Dos sete Programas de Apoio, um é no domínio da Programação, sendo os restantes seis no domínio da Criação, nas seguintes áreas artísticas: Artes Visuais; Circo Contemporâneo e Artes de Rua, Cruzamentos Disciplinares; Dança; Música; Teatro. O prazo limite para submissão de candidaturas termina às 17h00 do dia 15 de maio.

No Balcão Artes encontram-se disponíveis todas as informações, incluindo os avisos de abertura, composição das comissões de apreciação, material de apoio ao candidato e formulário de candidatura

Apoio à edição 2019Publicitação das normas reguladoras 

PROGRAMA DE APOIO À EDIÇÃO DE OBRAS TEMÁTICAS SOBRE O ALGARVE – 2019

O Apoio à Edição de Obras Temáticas sobre o Algarve- 2019, é anual, suportado exclusivamente através do Orçamento da DRCAlg, no âmbito da Ação Cultural, e destina-se a comparticipar os custos de edição e/ou produção de obras inéditas que desenvolvam temáticas referentes ao Algarve e que contribuam para promover e divulgar o conhecimento sobre a sua história e a sua identidade cultural.

Para mais informações aqui:

Folclore CharolasCandidaturas ao Apoio à Ação Cultural

De 1 de fevereiro a 31 de julho de 2019, estarão abertas as candidaturas ao Apoio à Ação Cultural para os projetos dos agentes culturais locais/regionais de caráter não profissional.

Este apoio financeiro, suportado exclusivamente através do Orçamento da DRCAlg, em rubrica própria, é anual e em forma de comparticipação a fundo perdido.

As candidaturas, apresentadas em formulário próprio, deverão estar em conformidade com os critérios estabelecidos em Regulamento.

Todos os documentos estão disponibilizados na página Web desta Direção Regional - http://www.cultalg.pt/files/ProgramasApoio/Normas_regulamentares_2019.pdf

GuadalupeProjeto de acessibilidade física, informativa e sensorial – Ermida de Nª Sra de Guadalupe

O “Projeto de Acessibilidade física, informativa e sensorial – Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe”, submetido pela Direção Regional de Cultura do Algarve à Linha de Apoio ao Turismo Acessível do Programa “Valorizar – Programa de Apoio à Valorização e Qualificação do Destino”, foi aprovado com um financiamento a 90% pelo Turismo de Portugal.

O objetivo primordial deste projeto é o de dotar a Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe (Raposeira/ Vila do Bispo) de um percurso acessível a qualquer visitante e promover uma comunicação inclusiva, considerando recursos, estratégias e ações, para eliminar não só barreiras físicas, mas também sensoriais, sociais, culturais e intelectuais.

Este projeto de acessibilidade abraça o conceito de Design Inclusivo e prevê a instalação de um passadiço e rampa de acesso ao interior da ermida, colocação de sinalética de interior e exterior, instalação de um mupi digital interativo e ainda a disponibilização de uma experiência holográfica no interior do templo.

A Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe é um dos mais antigos testemunhos do gótico na região do Algarve, um monumento de particular relevância histórica, na rota das viagens do Infante Dom Henrique entre Lagos e a sua vila, a Vila do Infante e constitui nos dias de hoje um importante lugar de memória para as comunidades locais.

Pretende-se proporcionar a todos os que visitam este monumento uma experiência mais inclusiva e mais “próxima” deste lugar de memória, com recurso a conteúdos mais “humanizados” e disponíveis em vários idiomas, letra ampliada, língua gestual portuguesa, sinais internacionais e braille.

Em busca das grutas do AlgarveEm busca das grutas do Algarve – trazer à luz um património escondido

 

"Terão as grutas do Algarve sido habitadas por Neandertais e outros homens do Paleolítico? Constituíram santuários e necrópoles de povos pré-históricos? Existirá fundamento material para as lendas alusivas aos Mouros relacionadas com muitas destas grutas ou cavernas?

Estas e muitas outras questões se colocam sobre a relação que ao longo dos tempos foi estabelecida entre os nossos ancestrais e as grutas existentes no território hoje algarvio."

(Artigo publicado a 6 de março 2019 no jornal Postal, Caderno Sul, da autoria do arqueólogo Mestre Frederico Tátá Regala, técnico da Direção Regional de Cultura do Algarve.) Aqui

 

 

Adriana Freire NogueiraDiretora Regional de Cultura do Algarve, Professora Doutora Adriana Freire Nogueira, dá entrevista ao Algarve Informativo

 “O DiVaM tem vindo a consolidar-se ao longo dos anos e a dar uma vida aos monumentos, que é importante que exista, para além de prolongar-se até dezembro. Deste modo, as pessoas fazem uma visita aos monumentos e, ao mesmo tempo, acompanham todas estas atividades culturais que têm um cariz bastante variado”, refere Adriana Freire Nogueira.

Toda a entrevista aqui

PRÉMIO MUSEU EUROPEU

PRÉMIO MUSEU EUROPEU DO ANO

PRÉMIO MUSEU EUROPEU DO CONSELHO

Foi aberto no dia 21 de janeiro as candidaturas ao EMYA 2020

Este Prémio procura dar maior visibilidade aos museus europeus e ao seu contributo para a sociedade.

O European Museum Forum (EMF) é uma organização independente sem fins lucrativos,  dedicada a promover a inovação na prática de museus e a incentivar o intercâmbio de melhores práticas e ideias em toda a Europa.

Para mais informações consulte aqui

 

Concurso Literário TrofaConcurso Lusófono da Trofa

o Concurso Lusófono da Trofa tem como objetivo incentivar a criatividade literária premiando uma obra inédita de um autor lusófono. 

Este é um dos concursos literários mais prestigiados e mais conhecidos dos países lusófonos, e a edição 2019, termina a 31 de maio.

Esta é uma iniciativa organizada pela Câmara da Trofa com o apoio do Camões, Instituto da Cooperação e da Língua, I.P.

Para mais informações aqui

Adriana Freire NogueiraAdriana Freire Nogueira, Diretora Regional de Cultura do Algarve, deu a sua primeira entrevista formal 

"Criar um plano para aproximar os jovens dos museus e dos monumentos algarvios é um dos (muitos) projetos que Adriana Freire Nogueira, nova diretora regional de Cultura, pretende implementar.

«Há a ideia de que os jovens não são, por sua iniciativa, frequentadores dos monumentos, dos museus, dos palácios. Vão visitar com os professores e as suas escolas, mas não há um plano nessas escolas para fomentar a ligação ao património, como há, por exemplo, em relação ao cinema e à leitura», disse Adriana Nogueira ao Sul Informação, na sua primeira entrevista formal desde que assumiu o novo cargo, a 15 de Dezembro."

Toda a entrevista aqui

 

< previous12