• Estação Romana da Quinta da Abicada

    Estação Romana da Quinta da Abicada

  • Monumentos Megalíticos de Alcalar - edifício tumular "Alcalar 7"

    Monumentos Megalíticos de Alcalar - edifício tumular "Alcalar 7"

  • Monumentos Megalíticos de Alcalar – interior do edifício tumular "Alcalar 7"

    Monumentos Megalíticos de Alcalar – interior do edifício tumular "Alcalar 7"

  • Monumentos Megalíticos de Alcalar – "Um dia na pré-história"

    Monumentos Megalíticos de Alcalar – "Um dia na pré-história"

  • Castelo de Aljezur – Torre semi-cilindrica

    Castelo de Aljezur – Torre semi-cilindrica

  • Castelo de Aljezur – Muralha e acesso

    Castelo de Aljezur – Muralha e acesso

  • Ermida de N.S. de Guadalupe e Casa rural

    Ermida de N.S. de Guadalupe e Casa rural

  • Panorâmica da exposição no interior da Casa rural

    Panorâmica da exposição no interior da Casa rural

  • Castelo de Loulé – "Música nos Monumentos"

    Castelo de Loulé – "Música nos Monumentos"

  • Torreões do Castelo de Loulé

    Torreões do Castelo de Loulé

  • Ruínas Romanas de Milreu – Casa rural

    Ruínas Romanas de Milreu – Casa rural

  • Ruínas Romanas de Milreu – Pormenor de mosaico

    Ruínas Romanas de Milreu – Pormenor de mosaico

  • Castelo de Paderne

    Castelo de Paderne

  • Castelo de Paderne – Ruína da Ermida de N.S. da Assunção

    Castelo de Paderne – Ruína da Ermida de N.S. da Assunção

  • Ruína da Ermida de N.S. da Assunção - "Música nos Monumentos"

    Ruína da Ermida de N.S. da Assunção - "Música nos Monumentos"

  • Fortaleza e Promontório de Sagres

    Fortaleza e Promontório de Sagres

  • Capela de N.S. da Graça – "Música nos Monumentos"

    Capela de N.S. da Graça – "Música nos Monumentos"

Monumentos do Algarve Bons Momentos Promontório de Sagres Prémio Regional Maria Veleda Património Cultural Imaterial Portal Cultura Portugal

Concerto EsfingeConcerto Esfinge

No dia em que se comemora o Dia Mundial do Rock - 13 de Julho – as Ruínas Romanas de Milreu convidam para o Concerto Esfinge, a acontecer às 21h30. Esfinge é um espetáculo-viagem entre a mitologia e a realidade, entre o passado e o presente em que se pretende transportar o ouvinte para um imaginário mitológico.

A mitologia da Grécia Clássica como fonte de valores e ensinamentos atuais é o motivo para a criação de paralelismos entre os saberes e princípios que encontramos no passado e aqueles que se refletem no nosso quotidiano.

Interpretado por Maria Jones, o projeto foi criado pelos membros Luís Caracinha, como compositor, e Tiago Marcos, como letrista.

Com Maria Jones (voz), Luis Caracinha (guitarra), Gabriel Costa (baixo), Bárbara Santos (violoncelo), Ruben Salamanca (bateria e percussões), Luis Leão (violino) e Pedro Sá (viola d’arco).

Projeto do Club Farense que integra o DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos – programa cultural organizado pela Direção Regional de Cultura do Algarve, este ano com o tema “A Viagem”.

Todas as iniciativas DiVaM são de entrada gratuita.

Contactos:

Direção Regional de Cultura do Algarve

geral@cultalg.gov.pt

Telef. 289 896070

 

Ruínas Romanas de Milreu

milreu@cultalg.gov.pt

 Leonor Santa BárbaraPalestra «A Viagem para a Felicidade”

As Ruínas Romanas de Milreu irão acolher a palestra intitulada «A Viagem para a Felicidade», no próximo dia 28 de junho, pelas 18 horas. A palestra será proferida por Leonor Santa Bárbara. (DEP-NOVA de Lisboa FCSH e CHAM- NOVA/ FCSH/ UAç).

Um dos géneros que floresceram na tradição grega tardia, a partir do período helenístico, foi o romance. Distintamente do romance latino, o primeiro é pensado para jovens casadoiras. Apresentando estruturas similares, os vários romances mostram as aventuras e as desventuras por que o jovem par tem de passar, até ao reencontro final. Dado que o mundo helenístico é vasto e aberto, a viagem é sempre uma parte fulcral destas peripécias. O nosso objetivo é mostrar em que medida esta viagem reforça a relação dos dois jovens, contribuindo para uma maior maturidade e consequente felicidade. Para isso, servir-nos-emos de romances como As Efesíacas, ou Ântia e Habrócomes, de Xenofonte de Éfeso.

A presente palestra encerra a 5ª edição do ciclo Amatores in situ e resulta da colaboração entre a Direção Regional de Cultura do Algarve, a Universidade do Algarve, a Associação Portuguesa de Estudos Clássicos e a Associação CÍVIS – Associação para o Aprofundamento da Cidadania.

Iniciativa que integra o DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos – programa cultural organizado pela Direção Regional de Cultura do Algarve, este ano com o tema “A Viagem”.

Todas as iniciativas DiVaM são de entrada gratuita.

Contactos:

Direção Regional de Cultura do Algarve

geral@cultalg.gov.pt

Telef. 289 896070

Ruínas Romanas de Milreu

milreu@cultalg.gov.pt

Andre Julio TurquesaConcerto de André Júlio Turquesa

O Auditório da Fortaleza de Sagres irá acolher o concerto de André Júlio Turquesa, no dia 23 de junho, pelas 18 horas. Este concerto é integrado no ciclo de “Concertos ao Entardecer” e tem a produção da Arquente Associação Cultural.

Compositor multi-instrumentista, André Júlio Turquesa tem colaborado com vários artistas em áreas como o cinema, teatro e circo. “Camomila” é o seu mais recente EP, onde explora o potencial da simplicidade e elasticidade da guitarra e da voz. “

Estas propostas integram o DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos – programa cultural organizado pela Direção Regional de Cultura do Algarve, este ano com o tema “A Viagem”.

Todas as iniciativas DiVaM são de entrada gratuita.

 

Contactos:

Direção Regional de Cultura do Algarve

geral@cultalg.gov.pt

Telef. 289 896070

Fortaleza de Sagres

fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt

telf. 282 620140

António Castro CaeiroAmatores in Situ

«A Viagem em Píndaro»

As Ruínas Romanas de Milreu irão acolher a palestra intitulada «A Viagem em Píndaro», na próxima, quarta-feira, dia 19 de junho, pelas 18 horas. A palestra será proferida pelo Professor António Castro Caeiro (NOVA de Lisboa - FCSH).

A viagem marítima é uma metáfora da vida em Píndaro. Mas a viagem não tem apenas este sentido figurado. A viagem marítima é a própria descoberta do caminho marítimo, em simultâneo, enquanto se faz o próprio caminho. É ainda a própria descoberta do viajante como náufrago possível ou como o descobridor que aporta em terra e vive para contar o que desbravava na jornada.

A presente palestra insere-se na 5ª edição do ciclo Amatores in Situ e resulta da colaboração entre a Direção Regional de Cultura do Algarve, a Universidade do Algarve, a Associação Portuguesa de Estudos Clássicos e a Associação CÍVIS – Associação para o Aprofundamento da Cidadania.

Contactos:

Direção Regional de Cultura do Algarve

geral@cultalg.gov.pt

Telef. 289 896070

Ruínas Romanas de Milreu

milreu@cultalg.gov.pt

ruben de carvalhoNota de Pesar

A Ministra da Cultura, Graça Fonseca, lamenta a morte do político e homem da cultura Ruben de Carvalho.

Homem de uma cuidada inteligência, Ruben de Carvalho marcou de forma indelével a história contemporânea nacional, seja enquanto político, na resistência e oposição democrática à ditadura e na dedicação de mais de quatro décadas ao Partido Comunista Português, seja enquanto programador cultural, transformando a sua paixão pela cultura e, em especial pela música, numa forma de estreitar laços e de dar a conhecer e a partilhar a arte.

Enquanto jornalista, destacou-se também pelo seu trabalho n´O Século, na revista Mundial e no Avante!, colaborando ativamente enquanto cronista com outros jornais, com uma visão aguda, lúcida que se destacava sempre pelo profundo humor, transversal ao que escreveu, ao que disse e à forma como sempre esteve na sua vivência política e profissional, tanto no partido, como no Parlamento ou nas cidades de Setúbal e Lisboa onde foi vereador e uma voz de permanente dedicação.

Festejou a liberdade através da Cultura, mostrou-nos que a arte pode ser participante ativa da construção da identidade e que a democracia se defende e renova também na celebração da vivência em comunidade.

À Família e aos Amigos enviam-se as mais sentidas condolências.

Graça Fonseca

Entre dois mundos"Entre dois mundos"

No próximo domingo, dia 16 de junho, pelas 17 horas, a Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe irá ser palco do projeto "Entre dois mundos", um duo de guitarra e violino, com performance.

“Entre Dois Mundos” é um espetáculo no qual se estabelece um diálogo entre a música e o teatro e que resulta de um desafio lançado pela cravista Elsa Mathei aos músicos do Conservatório de Artes de Lagoa e à classe de teatro da escola ESPAMOL (Lagoa) que irá permitir o cruzamento entre diferentes gerações com diferentes expectativas e vontades. Nesta relação interdisciplinar, o público é convidado a questionar a sua própria função enquanto espectador. Numa sociedade em que as regras e os códigos ditam o dia a dia, esta é uma viagem pelo "Artisticamente OBRIGATÓRIO" e pelo "Artisticamente PROIBIDO"...

Projeto que integra o ciclo Via.gen(E)s da Associação ARTIS XXI – Associação de Educação Artística de Lagoa – AEAL.

Iniciativas integradas no DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos – programa cultural organizado pela Direção Regional de Cultura do Algarve, este ano com o tema “A Viagem”.

Toda as iniciativas DiVaM são de entrada gratuita.

Contactos:

Fortaleza de Sagres

fortaleza.sagres@cultalg.pt

Telef. 282 620140

 Paula Barata Dias«Viajar no Mundo e entre as Gentes do Império Romano tardio: alguns relatos de viagens acerca do Mundo Mediterrânico antes da Idade Média»

As Ruínas Romanas de Milreu irão acolher a palestra intitulada «Viajar no Mundo e entre as Gentes do Império Romano tardio: alguns relatos de viagens acerca do Mundo Mediterrânico antes da Idade Média», no próximo dia 14 de junho, pelas 18 horas. A palestra será proferida por Paula Barata Dias (Professora da Universidade de Coimbra e Presidente da APEC – Associação Portuguesa de Estudos Clássicos).

No império romano tardio (sécs. IV-V), as viagens, por razões comerciais, religiosas ou pessoais, tornaram-se particularmente significativas, posto que, a breves passos se verificaria a incomunicabilidade entre as margens sul, norte, este e oeste do Mediterrâneo, fechando-se o ciclo do Mare Nostrum, que dura até aos dias de hoje. Nesta participação visitaremos alguns relatos – como a Descrição do Mundo e das Gentes (anónimo); A Peregrinação à Terra Santa (Egéria); e Narrativa do Regresso (Rutílio Namaciano), para demonstrar como o interesse e a curiosidade humanas pela diversidade se mantêm apesar de todas as contrariedades que as viagens em circunstâncias difíceis acarretam.


A presente palestra insere-se na 5ª edição do ciclo Amatores in situ e resulta da colaboração entre a Direção Regional de Cultura do Algarve, a Universidade do Algarve, a Associação Portuguesa de Estudos Clássicos e a Associação CÍVIS – Associação para o Aprofundamento da Cidadania.

Contactos:

Direção Regional de Cultura do Algarve

geral@cultalg.gov.pt

Telef. 289 896070

_________________________________

Ruínas Romanas de Milreu

milreu@cultalg.gov.pt

Churky“Concertos ao Entardecer” - Churky

Dia 9 de junho o ciclo “Concertos ao Entardecer” irá apresentar Churky na Fortaleza de Sagres, pelas 18 horas.

Churky, cantor, guitarrista, compositor e produtor musical português. Churky tem um toque diferenciador que o levou à vitória no EDP Live Bands e a catapultou para um reconhecimento maior, como são os casos das atuações nos festivais NOS Alive (Portugal), Mad Cool (Espanha) e Belém Art Fest (Portugal). O ciclo de “Concertos ao Entardecer” é um projeto da Arquente Associação Cultural.

Integrado no DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos

Contactos

Direção Regional de Cultura do Algarve

geral@cultalg.gov.pt

Telef. 289 896070

Fortaleza de Sagres

Fortaleza. sagres@cultalg.pt

Telef. 282 620140

 

A presença dos clássicos em Uma Viagem à Índia"A presença dos clássicos em Uma Viagem à Índia"

Dia 7 de junho, nas Ruínas Romanas de Milreu, a palestra «A presença dos clássicos em Uma Viagem à Índia de Gonçalo M. Tavares» terá como tema central a epopeia, ou anti-epopeia, como define Eduardo Lourenço, Uma Viagem à Índia, que inclui no seu percurso narrativo o legado literário de Homero, Séneca, Camões, e, num sentido mais abrangente, da obra clássica de James Joyce.

A presente palestra insere-se na 5ª edição do ciclo Amatores in situ e resulta da colaboração entre a Direção Regional de Cultura do Algarve, a Universidade do Algarve, a Associação Portuguesa de Estudos Clássicos e a Associação CÍVIS – Associação para o Aprofundamento da Cidadania.

Integrada no DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos

Contactos

Direção Regional de Cultura do Algarve

geral@cultalg.gov.pt

Telef. 289 896070

Ruínas Romanas de Milreu

milreu@cultalg.gov.pt

Viagens de Milreu à Minha Casa"Viagens de Milreu à Minha Casa"

No próximo dia 7 de junho, sexta feira, as Ruínas Romanas de Milreu, a oficina “Viagens de Milreu à Minha Casa” vai desenvolver a construção de marcos miliários em gesso. Os marcos miliários tiveram uma enorme importância no mundo clássico, pois serviam de orientação aos viajantes, indicando as direções e as distâncias entre as principais cidades do império romano. É um projeto da QRER – Cooperativa para o desenvolvimento dos territórios de baixa densidade, e que tem a participação da Escola Emiliano da Costa, de Estoi.

Inserido no programa DiVaM - Dinamização e Valorização dos Monumentos

Contactos:

Direção Regional de Cultura do Algarve

geral@cultalg.gov.pt

Telef. 289 896070

Ruínas Romanas de Milreu

milreu@cultalg.gov.pt

Augustina Bessa LuisNOTA DE PESAR

Lamentando a morte da escritora Agustina Bessa-Luís, a Direção Regional de Cultura do Algarve subscreve e transcreve a nota de pesar da Senhora Ministra da Cultura:

«Nascida em 1922, Agustina publicou o seu primeiro livro em 1948, dando início a um longo e extraordinário percurso na literatura portuguesa, onde se assumiu como uma das suas grandes romancistas e mestre de um dos mais originais processos criativos da ficção portuguesa.

Autora de uma obra tantas vezes virada para o passado mas sempre contemporânea, sempre presente, marcou a escrita em português a partir dos anos 50, inaugurando um novo espaço ficcional, à imagem de outras grandes mulheres e que, em conjunto com ela, revolucionaram radicalmente a prosa em português, como Maria Velho da Costa ou Maria Gabriel Llansol.

Com livros como A Sibila – onde surge Quina, uma das mais reconhecíveis identidades do nosso imaginário literário –, A Corte do Norte, Eugénia e Silvina ou a trilogia O Princípio da Incerteza, Agustina Bessa-Luís ocupa um lugar sem par na narrativa portuguesa contemporânea, sempre preocupada com a condição social e cultural em Portugal e com uma capacidade única de ler no passado as dimensões históricas e vivenciais que atravessam as épocas.

Na sua relação com o cinema, a cumplicidade com Manoel de Oliveira levou à assinatura de obras fundamentais do cinema português, como Francisca e Vale Abraão, a partir de romances seus, mas também Party, O Convento, Inquietude, O Princípio da Incerteza e A Alma dos Ricos, escritos, adaptados ou recriados a partir de romances ou contos. Neles expressavam-se as paradoxais relações entre homens e mulheres enquanto seres encravados na ambição e na ansiedade. Figuras que pairavam entre a história e o tempo, que o cinema e o olhar de Oliveira tornaram palavra física e, assim, voz material de pensamentos que construíram uma obra cheia de imagens e de metáforas.

Agustina foi ainda diretora do Teatro Nacional Dona Maria II entre 1990 e 1993 e foi nesse teatro que Filipe La Féria encenou, em 1996, As Fúrias, a partir do romance publicado em 1977, no rescaldo do verão quente, e parábola político-filosófica sobre um país em reconstrução identitária.

Para além do Prémio Camões, em 2004, Agustina Bessa-Luís recebeu os mais importantes prémios literários portugueses, bem como a Medalha de Mérito Cultural do Ministério da Cultura em 1993. Foi também agraciada pelo Presidente da República General Ramalho Eanes, com o grau de Grande-Oficial da Ordem Militar de Sant’Iago da Espada e, em 2006, com o grau de Grã-Cruz da mesma ordem pelo Presidente Aníbal Cavaco Silva.

Com uma dedicação inabalável e intransigente à criação literária, o legado de Agustina é vasto, composto por personagens, visões da história, lugares e, acima de tudo, um percurso pessoal e autoral únicos e exemplares. 

À Família e aos Amigos enviam-se as mais sentidas condolências.

Graça Fonseca

3 junho, 2019»

Fuensanta

«O episódio de Páris na Literatura e nas Artes»

Palestra integrada no ciclo AMATORES IN SITU

Nos próximo dia 31 de maio, sexta feira, pelas 18 horas, as Ruínas Romanas de Milreu irão acolher a palestra intitulada «O episódio de Páris na Literatura e nas Artes». A palestra será proferida por Fuensanta Garrido Domené e Gabriel Laguna Mariscal, da Universidade de Córdova.

O episódio do julgamento de Páris, integrante do ciclo troiano, era bem conhecido entre os gregos, como demonstra a sua recorrente representação iconográfica. Estas manifestações artísticas, juntamente com as numerosas alusões literárias ao episódio, desde a época arcaica, dão a ver aspectos do mito que, apesar de comuns, diferem entre si. Nesta conferência, apresentam-se essas referências, com as respetivas variantes, ao julgamento de Páris e a tudo o que rodeia o mito na literatura Greco-latina arcaica e clássica, assim como a sua persistência e projeção transmitida ao longo da História. Com essa revisão, dar-se-á a conhecer os aspectos do mito que umas e outras fontes fazem modificar entre si, bem como algumas questões que reincidem desde a época antiga. 
A presente palestra insere-se na 5ª edição do ciclo Amatores in situ e resulta da colaboração entre a Direcção Regional de Cultura do Algarve (através do programa DiVaM), a Universidade do Algarve, a Associação Portuguesa de Estudos Clássicos e a Associação CÍVIS – Associação para o Aprofundamento da Cidadania. A presente edição é coordenada pela Professora Doutora Ana Isabel Soares, da FCHS/UAlg.

Contactos:

Direção Regional de Cultura do Algarve
geral@cultalg.gov.pt

Telef. 289 896070
_________________________

Ruínas Romanas de Milreu
milreu@cultalg.gov.pt

Viagens na Minha Terra“Viagens na Minha Terra” - um passeio de bicicletas com leituras encenadas

Da Ermida de Nª Sra de Guadalupe à Fortaleza de Sagres

No próximo domingo, dia 2 de junho o programa DiVaM irá acolher o projeto “Viagens na Minha Terra”, um passeio de bicicletas com leituras encenadas na paisagem do Barlavento Algarvio. 

O título do projeto apropria-se do título do livro do escritor português Almeida Garret “Viagens na Minha Terra” e consiste num passeio de bicicleta, da Ermida de Nª Sra de Guadalupe à Fortaleza de Sagres. Será efectuada a apresentação e encenação de pequenas histórias reinterpretadas sobre as diferentes culturas – grega, romana, árabe, cristã – em 3 lugares.

O ponto de encontro será na Ermida de N.ª Sr.ª de Guadalupe, às 9h30, monumento onde se inicia a 1ª leitura encenada, estando prevista uma paragem em “Mãe d´Agua” (Vila do Bispo), pelas 11h15, onde será feita a 2ª leitura, e a chegada à Fortaleza de Sagres está prevista para as 13h30. Em cada leitura encenada, excepto na primeira, os participantes terão água, uma peça de fruta e um pequeno snack, e no final do percurso, na Fortaleza de Sagres, haverá um piquenique.

“Aquele que caminha ou se move de bicicleta traça linhas no território. Há linhas que traçam sulcos mais profundos como a dos habitantes locais, outras como as linhas da transumância e da peregrinação (…). Linhas que marcam o princípio e o fim entre camadas de memórias de ouros tempos, como se de sedimentos se tratassem.” (Susana de Medeiros).

Com Helena Flor Dias, Joana Melo e Maria da Conceição Gonçalves (leituras encenadas) e Susana de Medeiros e Reinhold Spielberger (guias), o passeio tem a duração de cerca de 4h30 e percorre cerca de 17 km. Traga a sua bicicleta, capacete, roupa, calçado confortável e água. 

Gratuito, mas com inscrição prévia através de tertúlia.associacao@gmail.com 

Este é um projeto da Tertúlia Associação Sócio Cultural de Aljezur e integrado no DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos – programa cultural organizado pela Direção Regional de Cultura do Algarve.

Contactos:

Direção Regional de Cultura do Algarve

geral@cultalg.gov.pt 

Telef. 289 896070
_________________________________________
Fortaleza de Sagres

fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt

Telf. 282 620 140

 

Nádia Schilling“Above the Trees” - Nádia Schilling

Os “Concertos ao Entardecer” estão de volta ao Promontório de Sagres, com o concerto de Nádia Schilling. No dia 26 de maio, pelas 18 horas, no Auditório da Fortaleza de Sagres, a artista irá apresentar-nos o seu álbum “Above the Trees”. Um disco de uma melancolia e beleza invulgares, que desafia fronteiras estilísticas e que tem conquistado a atenção da crítica e do público. Assente em elementos folk, mas também de indie rock e do jazz, “Above the Trees” conta com influências de artistas como Elliott Smith, Fiona Apple, Aimee Mann, Nick Drake, Cat Power, Portishead e P.J. Harvey.

Concertos ao Entardecer é um projeto da Arquente Associação Cultural.

Todas as iniciativas culturais DiVaM são de entrada livre.

Contactos:

Direção Regional de Cultura do Algarve

E-mail: geral@cultalg.gov.pt / milreu@cultalg.gov.pt

Telef. 289 896 070 / 913731309 / 961560782

___________________________

Fortaleza de Sagres

fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt

Telef. 282 620140

“Pastores da Ibéria“Pastores da Ibéria"

Integrada no ciclo Amatores in Situ, a palestra intitulada “Pastores da Ibéria”, será proferida por Fernanda M. Dias (Mestre em Comunicação, Cultura e Artes pela Universidade do Algarve) nas Ruínas Romanas de Milreu no dia 24 de maio, às 18 horas.

Marcel Schwob relatou a Maurice Spronck, num conto publicado em 1920, “Le roi au masque d'or, ,como chegavam a Roma pastores adolescentes vindos da Ibériade Sertório. Mostra-nos, através dos seus olhos, gentes diversas a caminho das tabernas, dos banhos públicos e dos mercados – e faz-nos sentir, por essas suas reminiscências, a pungente saudade das magras pastagens, dos rebanhos, dos silvados; da figura materna à porta da choupana, da menina pastora brincando às princesas ou da fogueira de estevas ao entardecer.”

O ciclo Amatores in Situ é uma organização da CÍVIS – Associação para o Aprofundamento da Cidadania, Universidade do Algarve e Associação Portuguesa de Estudos Clássicos.

DiVaM - Dinamização e Valorização dos Monumentos

Contactos:

Direção Regional de Cultura do Algarve

geral@cultalg.gov.pt

Telef. 289 896070

_________________________________________

Ruínas Romanas de Milreu

milreu@cultalg.gov.pt

< previous123456789